Periódico Dominicano Libre de Prejuicios; Porque somos Imparcial siendo Objetivo

 Imparcial RD

Apesar da pandemia los Estados Unidos a Huawei cresce 13,1% no primeiro semestre




Los primeiros seis meses do ano foram positivos para a fabricante chinesa, mesmo com o abrandamento do sector dos smartphones devido à COVID-19 e às proibições do executivo de Donald Trump.

A Huawei anunciou os resultados financeiros dos seus negócios, correspondente ao primeiro semestre de 2020, revelando um crescimento de 13,1% face ao período homólogo do ano passado. 

Los resultados confirmam o bom posicionamento da empresa chinesa no mercado, mesmo quando foi colocada na lista negra dos Estados Unidos. A IDC EMEA tinha revelado que a empresa continuava a dominar o mercado em países da América Latina, e na Rússia era líder de mercado. Além disso, a pandemia de COVID-19 fez praticamente estagnar toda a indústria dos smartphones devido ao isolamento que afetou as unidades de fabrico e distribuição.

Durante os primeiros seis meses, a Huawei registou receitas de 64,88 mil milhões de dólares, considerando que o negócio de consumo continua a ser a maior fatia com 56%, as infraestruturas 35% e a área empresarial 8%. Registou valores do lucro líquido de 9,2%, um aumento de meio valor percentual face ao mesmo período de 2019, que foi de 8,7%.


A empresa não entrou em detalhes sobre os produtos ou o que motivou o crescimento das receitas. No entanto destaca o papel das tecnologias de informação e comunicação como ferramentas cruciais para combater a pandemia de COVID-19, assim como motor para recuperação da economia. “A Huawei reiterou o seu compromisso em trabalhar com as operadoras e parceiros da indústria para manter as operações das redes estáveis, acelerar a transformação digital e ajudar a conter os surtos e a reabertura das economias locais”, refere no comunicado.

A fabricante deixou ainda uma nota interna de incentivo destacando a importância de uma colaboração aberta e confiança global, prometendo continuar a cumprir as suas obrigações com os clientes e fornecedores. A Huawei afirma que pretende continuar a contribuir para a economia digital global, independentemente dos desafios futuros que possa encontrar.